segunda-feira, 29 de junho de 2015

Projeto academico, Casa Paroquial + Cozinha e Horta comunitária


São José dos Cocais, também conhecida como Cocais de Baixo, é um povoado rural, localizado no município de Coronel Fabriciano, que possui um total de 71 domicílios particulares distribuídos em uma área total de 5,7 km².

Ainda de acordo com o IBGE, a população de seu núcleo em 2010 era de 219 habitantes, sendo 111 homens e 108 mulheres. Assim como o povoado Cocais de Cima, também foi identificado través de um mapeamento realizada pelo meio de uma visita de campo em Fevereiro, que a maioria da faixa etária a residir regularmente na comunidade era de idosos, crianças e jovens, uma vez que o público em idade economicamente ativa se desloca para a região central do município para trabalhar. A partir desse mapeamento foi constatado a carência de equipamentos de lazer para os residentes mais velhos da comunidade.

Atualmente no local escolhido para a intervenção, há uma pequena residência com de 50m² (média). A partir daí consideramos que a família que ali reside será realocada, e o lote de 170m², com 10 x 17m liberado para o projeto.  

A proposta
Partimos das condicionantes convencionais para concepção do projeto: compreensão do sitio: com área de 170m² (10x17cm) possui topografia plana e com aclive com média de 4 metros nos fundos do terreno; e seu programa de necessidades, insolação favorável em suas principais fachadas, incensadas pela principal questão presente nesse projeto:  a proximidade do terreno com a Igreja São José, que foi tombada em 1997 como Patrimônio Histórico do município de Coronel Fabriciano, com o mérito de  ser estruturada por iniciativa dos moradores, na década de 1950.
O modelo escolhido de implantação para o projeto se justifica pelo anseio de preservar a ambiência de espaços hiantes a natureza, assim o projeto em tela busca a integração dos ambientes e que estes estejam abertas de modo que, a todo momento seja possível desfrutar da paisagem local e da vista para a capela São José, Tombada como patrimônio histórico do município.
Perspectivas em croqui
 
               
               
Cozinha e Horta comunitária: Este ambiente atenderá o público em dias de eventos da comunidade e no dia a dia. Poderá oferecer oficinas profissionalizantes os moradores da comunidade, produção de quitutes que poderão ser vendidos em dias festivos, e lanchonete diariamente. Uma horta, também de uso comunitário é pensada para auxiliar na produção da cozinha.
Planta Segundo Pavimento
                         Planta Primeiro Pavimento

Casa paroquial: Espaço destinado a atender as necessidades de oferecer estádia ao Pároco que vier a comunidade para realizar suas celebrações e participar das festividades da comunidade. Este espaço tem a função de abrigar temporariamente, não necessitando de um ambiente muito complexo.
                                    Planta Segundo Pavimento
 
Perspectivas Finais
 

 
 


 

terça-feira, 22 de março de 2011

UNITED COLOURS OF BREINER

Yes, it´s true.. the MOST EXPECTED EVENT OF THE SUMMER SEMESTER IS COMING!!!

LET´S CELEBRATE OUR DIVERSITY IN THE BEST POSSIBLE WAY - PARTYING!!

COME DRESSED UP IN YOUR NATIONAL FLAG COLOURS AND REPRESENT YOUR COUNTRY!

WE WILL OPEN THE DOOR FOR YOU AT 11PM AND CLOSE AT 3AM.

FOR 2 EUROS ONLY!! AND GUESS WHAT??? IF YOU COME BEFORE MIDNIGHT YOU WILL GET A BEER FOR FREE!!!

DJ MARCO IS READY TO ENTERTAIN YOU ALL NIGHT LONG!

MAKE SURE YOU ARE ON THE GUESS LIST!!

YOU DON´T NEED TO BRING YOUR OWN DRINKS BECAUSE WE WILL SELL ALL KINDS OF DRINKS AT VERY CHEAP PRICES.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

A deteorização da casa de William Livingstone (1893)


   "Detroit: de potência industrial ao abandono" foi através desta reportagem da BBC Brasil que me despertou o interesse pelo longo declínio dessa obra localizada em Detroit na Eliot Street - Brush Park.
   A casa pertencida a William Livingstone que fora Governador do Estado de New Jersey durante a Guerra Revolucionária Americana pela Independência (1775–1783) é um dos símbolos da Arquitetura Francesa em Detroit. Construída em 1893 pelo Arquiteto Albert Kahn que trabalhava para empresa Mason & Rice (George Mason e Zachariah Rice). Recém chegado da Europa, onde Kahn estudou Arquitetura Clássica é a resposta para o estilo da Renascença Francesa que tem seu projeto.


   A construção que se encontrava em um triste estado de deteorização durante anos até 15 de Setembro de 2007 quando foi finalmente demolida. Conhecidentemente nessa mesma data a obra de Lowell Boileau em homenagem a casa de William Livingstone fora concluída, ganhando o nome de "Open House". A pintura representa entre outras coisas uma impressão de fora da casa em seus últimos dias, dos 114 anos de idade.


   Atualmente, grande parte do Brush Park foi revitalizado, e muito de seus casarões estão sendo restaurados, mas infelizmente a Slumpy* não fará parte, mas sua memória continuará em centenas de fotos na internet e na pintura de Boileau.


___________________________________________________

*SLUMPY: Vem de Slump que significa crise/decadência/afundar é um apelido que a casa ganhou devido a sua faixada deteorizada.

sábado, 1 de janeiro de 2011

Justin McCartney?


  Ontem vi uma menina com uma blusa e uma estampa que a primeiro momento achei que fosse a foto do Paul McCartney mais novo...mas era Justin Biber =/

sábado, 4 de dezembro de 2010

Jogando cartas com os maiores Arquitetos do Século XX


    Lançado pela Design Museum Shop esse jogo de cartas apresentam nomes e obra do mundo inteiro de romenomados Arquitetos Pré/Pós Modernistas, e Modernistas Século XX, como por exemplo:  Le Corbusier, Charles Jencks e Antonio Gaudi.
    A caixa do kit de cartas apresenta o modelo de casa Modesrnista fudamentada por Corbusier como estrutura "dominó"  a chamada Casa Sabóia foi construída aos redores de Paris, na França em 1928/29.
    Você encontra o kit de cartas no link acima pelo valor de £10.95 o que aquivale na faixa de R$30,00. Isso se reporem os estoques, pois o jogo de cartas está esgotado!
    Sorte pra quem for (tentar) comprar...e jogar!

domingo, 24 de outubro de 2010

Nos dias frios, uma sopinha cai bem

...ainda mais se for uma sopa de um pub britânico qualquer!




segunda-feira, 18 de outubro de 2010

domingo, 17 de outubro de 2010

Design de xícaras

  Essa xícara é bem interessante, o corpo oval traz o centro de gravidade para mais perto da mão tornando-a mais confortável de ser manuseada.

Já esse modelo com bordas anatômicas, ajustam-se aos lábios e evitam escorrimento do líquido.


   Essas xícaras empregam o antigo processo de projeção visual em cilindros anamórficos. As xícaras de aço inox polidas com acabamento espelhado refletem a imagem distorcida pintada no pires de porcelana. A imagem só pode ser vista corretamente através da superfície curva refletiva


  Super pratica, esta xícara dispensa o uso de colher para mexer o açucar e o creme. Ela funciona da seguinte forma pequena hélice no fundo, acionada por um micromotor e 2 baterias AA, gira a 3 mil rpm. Um botão liga/desliga fica na parte superior da alça. Uma tampa também é fornecida para evitar ue você tome um banho de café durante a mistura.

   A primeira vista parece uma simples caneca na cor preta com grandes letras brancas formando a palavra OFF. Mas uma vez adicionada qualquer bebida quente, ela muda para a cor branca e com a inscrição ON em preto, bacana essa também.


   Essa xícara não tem muito mistérios, é para os comilões; ela vem com um compertimento ao fundo para bolachas.


:
  Essa é para os ambientalistas de plantão: Xácara Aquecimento Global,  a xícara simula o derretimento de um Iceberg. Essa brincadeira se da devido a superfície externa que é impressa com uma segunda camada de tinta sensível ao calor que se torna visível quando um líquido quente é vertido na caneca.



Simples e práica, ela possui um depósito numa reentrância do pires para o saquinho usado.


   De um lado existe um ressalto em forma de cruz e do outro uma reentrância com a mesma forma e dimensões e que permitem que até seis canecas sejam acopladas e transportadas encaixadas lado a lado, usando apenas as duas mãos. Essas seriam bem úteis em cafés, não?


Caneca Soco-inglês, porque vai que você é pego de surpresa na hora do café..


Para os pessimistas que passarão a ver sempre sua caneca vazia pela metade!



Essa eu adoro! É um conjunto de 4 canecas em porcelana que empilhadas na ordem correta recriam o desenho arquitetônico de Richard Rogers do prédio da companhia de seguros Lloyd's em Londres.


 Outro conjunto de xícaras que acho o máximo, o conjunto de bandeja e xícaras imitam as torres de arrefecimento da usina nuclear de Caradache, na frança.

A mais fofa com certeza é essa que deixa seu chá com formato de coração, romântica, não? Adorei!